Logo Artesp Rodovia

DATA: 29/12/2016

Todo ano, os paulistas estão acostumados a ver nas estradas de São Paulo, entre dezembro e fevereiro, um grande número de policiais rodoviários, funcionários das concessionárias de rodovia, ambulâncias, guinchos – um pelotão de veículos e pessoas para dar conta de outra multidão: os turistas que aproveitam as festas de fim de ano e as férias escolares para viajar pelo estado. A mobilização do enorme contingente de agentes de trânsito faz parte da Operação Verão, ação do Governo do Estado de São Paulo com o apoio das polícias e órgãos de trânsito. A ação inclui a produção mais intensa de boletins informativos sobre os trechos movimentados, ações para agilizar as passagens nos pedágios e campanhas de educação no trânsito.

A estratégia, implantada em sua versão mais recente entre 19 de dezembro de 2016 e 5 de fevereiro de 2017, tem como um dos objetivos manter a tendência de queda na quantidade de acidentes e, assim, colaborar com a meta do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito. O programa tem como meta diminuir pela metade, entre 2010 e 2020, o número de mortos em acidentes. A inspiração veio da Década de Ação Pela Segurança Viária, período de 2011 a 2020 estabelecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) para combater o problema. De 2010 para 2015, os óbitos nas vias de São Paulo diminuíram 21%: passaram de 7.685 para 6.066, segundo dados do Sistema de Informações sobre Mortalidade (Ministério da Saúde) e do Infosiga (Movimento Paulista). Nas rodovias sob concessão, o recuo foi um pouco mais acentuado: de 25,2% entre 2010 e 2015, de acordo com a Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp). A agência também trabalha com uma segunda meta: reduzir em 20% o número de feridos ao longo da década. Até 2015, o declínio foi de 10,5%.

Distribuição de material educativo

A ARTESP distribuiu 200 mil exemplares do caderno especial com dicas sobre segurança no trânsito. O material foi produzido em parceria com o Detran de São Paulo e com o Estadão e a ação foi realizada com o apoio das concessionárias de rodovias, que distribuiram o impresso nas praças de pedágio no período de fim de ano.