Logo Artesp Rodovia

28/06/2017 - Artesp

Índices autorizados são os menores em 11 anos - na maioria das praças o aumento será de até R$ 0,20; Investimentos nas rodovias concedidas somaram R$ 36,6 bilhões nos últimos seis anos

A partir da 00h do próximo sábado, dia 1/7, entra em vigor o reajuste contratual anual das tarifas de pedágio das rodovias estaduais paulistas. Na maioria das praças (80%) o aumento será de até R$ 0,20. Os índices autorizados são os menores em 11 anos – em 12 concessionárias será aplicado o IGP-M acumulado nos últimos doze meses: 1,57%. Nas demais, oito concessionárias, o índice contratual é o IPC-A, que registrou 3,59% no período. Com isso, na maioria das praças (66%) foi adotado o menor índice (IGP-M). Como os índices foram baixos e as tarifas são arredondas de acordo com regra de edital, em três praças o reajuste não será repassado para os usuários: nos bloqueios de Diadema e Batistini do Sistema Anchieta-Imigrantes e em Sorocaba, na praça da Rodovia José Ermírio de Moraes (SP 75, km 12,5).

O reajuste e a tabela completa com as novas tarifas foram publicados no Diário Oficial do Estado do último sábado. Desde 1998, início do Programa de Concessões em São Paulo, o reajuste é aplicado todo dia 1º de julho, data estipulada nos contratos das atuais 20 concessionárias de rodovias paulistas. A tabela completa com as tarifas que passarão a vigorar a partir da 00h do próximo sábado está disponível no link: http://www.artesp.sp.gov.br/rodovias-tarifas-de-pedagios.html.

Investimentos -Somente nos últimos seis anos (entre 2011 e 2016), a receita dos pedágios viabilizou R$ 36,6 bilhões em investimentos em obras, manutenção e operação dos 6,9 mil quilômetros de rodovias paulistas sob concessão. Isso melhorou o tráfego e a segurança do usuário e, como resultado, 19 das 20 melhores rodovias do Brasil são do Programa de Concessões Rodoviárias do Governo do Estado de São Paulo, segundo levantamento técnico da Confederação Nacional do Transporte (CNT). Além disso, considerando o mesmo período, R$ 2,5 bilhões foram repassados para 264 prefeituras paulistas a título do ISS-QN, imposto municipal que incide sobre a tarifa de pedágio. Essa verba pode ser utilizada livremente pelas administrações municipais para investimentos nas cidades, de acordo com as principais demandas.

As tarifas atuais, que estarão em vigor até o dia 30 de junho, estão publicadas no site da Artesp: http://www.artesp.sp.gov.br/Media/Default/TarifasPedagio/PDF/TARIFAS-SITE-DA-ARTESP-REAJUSTE-2017.pdf.



______________________________
ARTESP - Assessoria de Imprensa
(11) 3465-2104 / 2105 / 2364
artespimprensa@artesp.sp.gov.br
www.artesp.sp.gov.br