Logo Artesp Rodovia

22/08/2017 - Artesp

Durante vistoria às obras no trecho de serra haverá detonação de rocha no Túnel 1, que terá 2.850 metros de extensão e duas faixas de rolamento

O Governador Geraldo Alckmin acompanha na manhã desta segunda-feira (dia 28), durante visita técnica às obras de duplicação do trecho de serra da Rodovia dos Tamoios (SP-099), a primeira detonação de grande porte do Túnel 1 da nova pista. Com 2.850 metros de extensão e duas faixas de rolamento, esse túnel será o primeiro do novo trecho, considerando o sentido São José dos Campos – Caraguatatuba. O emboque onde será realizada a detonação fica nas proximidades do futuro km 65,5 do novo segmento. Até o momento só haviam sido realizadas pequenas detonações para o início dos trabalhos de escavação. Superada essa etapa, a intervenção realizada agora tem o objetivo de agilizar o avanço da escavação da obra.

Emboque do Túnel 1, que terá 2.850 metros de extensão

Duplicação. Principal intervenção do contrato de concessão, a duplicação da Tamoios no trecho de serra está com 21,43% de obras realizadas. Com investimento de R$ 2,8 bilhões, a nova pista será construída entre Paraibuna e Caraguatatuba, e mais de 70% do tempo de obra da duplicação da Tamoios será gasto com a escavação de túneis. Dos 21,6 quilômetros de pistas – entre o km 60,4 e o km 82 -, cerca de 12,6 quilômetros são referentes a túneis da obra - o maior deles com 5,5 quilômetros, o mais extenso do Brasil. A duplicação prevê, ainda, a instalação de viadutos (aproximadamente 2,3 quilômetros) e uma ponte. No ano que vem está previsto a entrega dos primeiros quatro quilômetros de duplicação, entre o km 60,4 e o km 64,4.

A operação da nova pista será no sentido litoral-planalto, mas haverá possibilidade de inverter o tráfego se houver demanda que justifique essa medida – como ocorre, por exemplo, nos feriados prolongados. O novo segmento terá rampas menos inclinadas do que o atual trecho de Serra, um traçado menos sinuoso e curvas mais seguras. Até sua conclusão, a obra vai gerar 2.500 empregos diretos.

A conclusão total da obra está prevista para 2020, e a previsão é de que trafeguem por dia no novo trecho cerca de 35 mil veículos. Os principais benefícios esperados com a entrega da obra serão: agilizar o escoamento da produção ao facilitar o acesso ao Porto de São Sebastião; melhorar o tráfego em Caraguatatuba e São Sebastião; incrementar o turismo no Litoral Norte; e aumentar a segurança viária, com consequente redução no número de acidentes.



______________________________
ARTESP - Assessoria de Imprensa
(11) 3465-2104 / 2105 / 2364
artespimprensa@artesp.sp.gov.br
www.artesp.sp.gov.br